Sopapo Poético recebe Bieta e Milsoul Santos

Encerrando um ano que, apesar dos pesares, está sendo pleno de realizações e afirmações da cultura negra porto-alegrense, o Sopapo Poético tem a grande honra de receber na edição de novembro de 2016 a multi-artista BIETA e o poeta MILSOUL SANTOS, que está lançando o livro Pássaro Preto.

Ela afro-gaúcha e ele afro-baiano, com conexão no Rio de Janeiro, vêm para compartilhar suas artes e militâncias com a comunidade sopapeira. A exemplo de outros saraus afro-brasileiros, o encontro celebra o protagonismo negro, em uma roda de atuações, reflexões e de convivências afrocentradas.

Sobre os convidados

bieta-dj-rapha

Bieta é natural de Porto Alegre-RS, Bieta sempre foi ligada às artes e manifestações culturais. Começou sua trajetória artística como integrante do grupo de dança do Afrosul. Em 2001, mudou-se para o Rio de Janeiro e a partir daí ampliou seu conhecimento e protagonismo em arte, moda e produção cultural. Em 2015, concluiu o curso avançado da Incubadora Cultural, através do qual o Bonde Babalakina realizou ações, envolvendo música, dança e moda afro contemporânea, com atualidade urbana e ancestralidade africana. Criou e dirige a produtora Sararaprod Style::Music – Realizadora de Eventos e Produção de Moda, Eventos Culturais e Produção Musical.

É integrante do COLETIVO RAINHAS NEGRAS, atuante no empoderamento afro-brasileiro centrado na arte, africanidade e feminilidade negra, e do Grupo Extensão da Cia de Dança Babalakina. No ano passado, foi parceira do Sopapo Poético na produção do Encontro dos Saraus em Porto Alegre, reunindo o Sopapo Poético com o Sarau Preto – Rio de Janeiro. É também DJ, atuando em diversos eventos relacionados à causa negra, como a Marcha das Mulheres Negras em Brasília (2015), onde executou um set que transitou entre música africana e brasileira em conectividade e legitimidade. Em 2016, iniciou um trabalho com o escritor poeta Milsoul Santos,  com música, poesia e imagem.

mil-foto

Milsoul Santos é natural de Salvador-Bahia e atualmente mora no Rio de Janeiro, capital. Escritor, ator e músico, no Sopapo Poético estará lançando o seu primeiro livro, intitulado “Pássaro Preto”. O livro é o resultado de vivências e inspirações que vão de 1995 até 2016, ano do seu lançamento. Os textos são, na maioria, marcados e recheados com cenas do cotidiano da população negra brasileira como: Solidão e Valorização da Mulher Negra, Masculinidade do Homem Negro, extermínio do povo preto,s exualidade, etc. Os temas, variados, se harmonizam trazendo provocações, apostas e apontam saídas. São 31 textos/poemas.

Sopapinho
Com a proposta de desenvolver o interesse pela cultura e pela poesia nos pequenos, o Sopapinho é um momento de fortalecimento da identidade étnica e da autoestima das crianças negras. As atividades do Sopapinho, paralelas ao sarau, envolvem brincadeiras, artes visuais, canto, contação de histórias e a participação na roda de poesia. Solicitamos aos pais que tragam lanches para seus filhos.

Feira afro

A diversidade de produtos e estilos é característica da Feira Afro, formada por expositores que acompanham e apoiam o sarau. Artesanato, alimentação, literatura, estética cultural, vestuário, cosméticos naturais, música – e muito mais – são opções da feira para o eclético público sopapeiro.

Cine Kafuné

Antecedendo o sarau, o Cine Kafuné projeta no telão vídeos clipes e documentários afrocentrados.

Serviço

O quê: Sarau Sopapo Poético Edição de Encerramento de 2016

Convidados:  Bieta e Milsoul Santos

Quando: 29 de novembro (terça-feira), às 19h30

Onde: Centro de Referência do Negro Nilo Feijó

Av. Ipiranga, 311, Menino Deus – Porto Alegre/RS

Quanto: Contribuição espontânea

Contatos: sopapo.poetico@gmail.com

9365-3315 – 9117-4559 – 9317-6497 – 9218-5449

Realização: ANdC – Associação Negra de Cultura

Apoios: Centro de Referência do Negro Nilo Feijó, Cine Kafuné, SINDIPETRO – Sindicato dos Petroleiros, Boteko do CANINHA (Areal da Baronesa)

Compartilhe

Voltar ao topo