A história da população negra de Porto Alegre em debate no Ciclo Literatura RS na Livraria Cultura

Bate-papo com escritores Lilian Rocha e Renato Dornelles ocorre no dia 17 de março

 

A segregação racial é um dos traços mais visíveis da desigualdade que construiu Porto Alegre ao longo dos anos. Historicamente, o povo negro é o mais prejudicado no processo de exclusão que expulsou populações inteiras dos bairros centrais da capital — e a literatura de autoria negra produzida em Porto Alegre é um dos principais vetores na manutenção de uma memória que a cidade resiste em reconhecer. Por isso, no mês em que a capital gaúcha completa 248 anos, o Ciclo Literatura RS na Livraria Cultura, série de atividades periódicas que abre um espaço de diálogos sobre temas contemporâneos e pertinentes à literatura, recebe a escritora e poeta Lilian Rocha e escritor e jornalista Renato Dornelles num bate-papo com o tema “Racismo, gentrificação e história negra de Porto Alegre”. A mediação será feita pelo jornalista e editor do site Literatura RS, Vitor Diel.

Sobre Lilian Rocha

Lilian Rose Marques da Rocha é natural de Porto Alegre/RS. É autora dos livros A Vida Pulsa – Poesias e Reflexões (Alternativa, 2013), Negra Soul (Alternativa, 2016) e Menina de Tranças (Taverna, 2018). Coautora do livro Leli da Silva – Memórias: Importância da História Oral (Alternativa, 2018). Coorganizadora da Antologia Sopapo Poético – Pretessência (Libretos, 2016). Membro da Coordenação do Sarau Sopapo Poético, Acadêmica da Academia de Letras do Brasil – Seccional RS, Cadeira 49, Patronesse Carolina Maria de Jesus, Diretora de Organizações Sociais da ALB-RS, Conselheira da Associação Negra de Cultura (ANdC), Membro da Sociedade Partenon Literário e da International Writers and Artists Association (IWA), Acadêmica da Academia Internacional União Cultural, Cadeira nº 49, Patronesse Maria Firmina dos Reis, Membro da Comissão Sobre a Verdade da Escravidão do Rio Grande do Sul- OAB/RS.

Escritora Lilian Rocha. (Foto: Divulgação)

Sobre Renato Dornelles

Jornalista e escritor, inaugura com A cor da Esperança (Falange Produções, 2019) sua trajetória no campo da ficção. Em 33 anos de carreira, conquistou sete prêmios ARI e três prêmios de Direitos Humanos (MJDH/RS). O conjunto de reportagens que deram origem ao seu primeiro livro-reportagem Falange Gaúcha: o Presídio Central e a história do crime organizado no RS (Diadorim, 2008), sobre a história e o desenvolvimento dos primeiros grupos criminosos organizados do Rio Grande do Sul, recebeu um dos prêmios ARI de Jornalismo, a distinção máxima da imprensa gaúcha. Também foi roteirista do curta-metragem O Poder Entre as Grades (2014) e do filme Central – O poder das facções no maior presídio do Brasil (2017), terceiro documentário mais visto do Brasil em 2017, do qual também assina a direção.

Escritor Renato Dorneles. (Foto: Divulgação)

Sobre Vitor Diel

Jornalista, nascido em Porto Alegre, em 1982. Editor do site Literatura RS, autor da coletânea de crônicas Granada (Armazém de Livros, 2008) e de artigos publicados em jornais e revistas como Zero Hora e Revista Simples. Tem Especialização em Literatura Brasileira pela UFRGS e foi coordenador de comunicação da Feira do Livro de Porto Alegre entre 2016 e 2018. Criou a página Literatura RS em 2014 no Facebook, a qual lhe rendeu o Prêmio Açorianos de Literatura em 2016 como destaque literário.

Sobre Literatura RS

Literatura RS é uma plataforma dedicada à divulgação da literatura produzida e editada a partir do Rio Grande do Sul. A marca nasceu no Facebook em dezembro de 2014 e foi um dos destaques literários do Prêmio Açorianos de Literatura em 2016. Em março de 2019, renasceu sob nova identidade visual e expandiu-se em um site com conteúdo exclusivo e inédito. Atualmente, tem mais de 15 mil seguidores nas redes sociais. A Central de Acolhimento para Escritores, voltada à profissionalização e amparo de autores, é um dos seus principais serviços.

Serviço

O quê: Literatura RS na Livraria Cultura – Racismo, gentrificação e a história negra de Porto Alegre

Quando: 17 de março de 2020, das 19 às 21h

Onde: Livraria Cultura, Av. Túlio de Rose, 80, bairro Jardim Europa, Bourbon Shopping Coutry, Porto Alegre

Quanto: Entrada franca

Contato: 51 9 96 77 14 67 – contato@literaturars.com.br

Literatura RS na Livraria Cultura: Racismo, gentrificação e a história negra de Porto Alegre

Quando: terça-feira, 17 de março, das 19h às 21h

Onde: Livraria Cultura (Av. Túlio de Rose, 80, Bourbon Shopping Country – Porto Alegre/RS)
Entrada gratuita

Compartilhe

EXPLORE TAMBÉM

Voltar ao topo