Aceleradora Cultural que irá potencializar agentes culturais negros e LBGTQIAP+ será lançada

Projeto de capacitação e qualificação de empreendedores culturais promove a história dos Lanceiros Negros e dá visibilidade à cultura afro-gaúcha

João Pedro, Thaise e Mauryani são os idealizadores da iniciativa. (Foto: Elizabeth Thiel)

A Aceleradora Lanceiros Negros é um desdobramento do Festival Porongos, iniciativa criada em 2018 por jovens empreendedores gaúchos, com objetivo de impulsionar a cultura negra no Sul do Brasil. A Aceleradora Cultural é um projeto financiado pela Natura Musical, via Lei de Incentivo à Cultura do Estado do Rio Grande do Sul (LIC). Em 2021, a diretora criativa Thaise Machado e os produtores Mauryani Oliveira e João Pedro Lopes planejam uma imersão com mais de 30 horas de atividades. O lançamento do projeto ocorre nesta quinta-feira, dia 12 de agosto, às 20h30min, com uma live que contará com as presenças da cantora e performer Valéria Barcellos; da jornalista e produtora cultural Silvia Abreu e do ator e diretor teatral Thiago Pirajira, sob a temática “Criatividade guiada pela ancestralidade”. A medição será feita pela comunicadora Malê Barcelos, com transmissão pelo Youtube (confira link no “Serviço”).

A proposta consiste na criação de um espaço de acolhimento e capacitação de 20 agentes culturais negros e lgbtqiap+, por meio de edital, em ambiente virtual, com inscrições gratuitas. Serão realizadas oficinas, mentorias coletivas e bate-papo “ao vivo” com profissionais da área da cultura. Posteriormente, os conteúdos das aulas serão disponibilizados no Youtube. Confira alguns artistas e profissionais confirmados: Nina Fola, Saskia, Valéria Barcellos, Silvia Abreu, Rafa Rafuagi, Jaqueline Fernandes, Carol Anchieta, Dina Prates e Tiago Souza. O edital será lançado no dia 23 de agosto.

– A arte, para população negra, sempre foi e será uma das principais ferramentas de combate ao racismo e de denunciar preconceitos, afirma Thaise Machado. A partir disso, a Aceleradora Cultural nasce em forma de manifesto, tornando presente e dando notoriedade à história dos Lanceiros Negros, que lutaram na Guerra Civil Farroupilha em troca de sua liberdade. – Buscamos, por meio da cultura, disponibilizar o conhecimento sobre um fato histórico pouco comentado no Rio Grande do Sul! Acreditamos que a arte possui papel político. Nossos corpos são políticos e, por meio dessas narrativas, propomos um projeto que busca instigar o pensar, explica a diretora criativa. – A história de Cerro de Porongos necessita ser lembrada. Nossos profissionais precisam acessar espaços de capacitações que dialoguem com a realidade social que se aplica. O projeto tem a função de colocar artistas negros e lgbtqia+ a concorrer de forma leal no mercado cultural, conclui.

O projeto Lanceiros Negros foi selecionado pelo edital Natura Musical, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul (Pró-Cultura), ao lado de Dessa Ferreira, Pâmela Amaro, Circuito Orelhas e Gravina DasMina, por exemplo. No Estado, a plataforma já ofereceu recursos para 39 projetos até 2020, como Filipe Catto, Tem Preto no Sul, Borguetti e Yamandu, Zudizilla, Sons que Vem da Serra e Thiago Ramil.

“A música propõe debates pertinentes, que impactam positivamente na construção de um mundo melhor. Acreditamos que os projetos selecionados pelo edital Natura Musical podem contribuir para a construção de um futuro mais bonito, cada vez mais plural, inclusivo e sustentável”, afirma Fernanda Paiva, Head of Global Cultural Branding.

Sobre o projeto

Lanceiros Negros – Aceleradora Cultural é um desdobramento do Festival Porongos criado em 2018 com objetivo de impulsionar a cultura negra no Sul do Brasil. A proposta consiste na criação de um espaço de acolhimento e capacitação de 20 agentes culturais negros e lgbtqia+, por meio de edital, com inscrições gratuitas. Serão realizadas oficinas, mentorias coletivas e bate-papo “ao vivo” com profissionais da área da cultura. Confira alguns artistas e profissionais confirmados: Nina Fola, Saskia, Valéria Barcellos, Silvia Abreu, Rafa Rafuagi, Jaqueline Fernandes, Carol Anchieta, Dina Prates e Tiago Souza.

Sobre Natura Musical:

Natura Musical é a plataforma de cultura da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu cerca de R$ 174,5 milhões no patrocínio de mais de 518 projetos – entre trabalhos de grandes nomes da música brasileira, lançamento e consolidação de novos artistas e projetos de fomento às cenas e impacto social positivo. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do País e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais. Em 2020, o edital do Natura Musical selecionou 43 projetos em todo o Brasil e promoveu mais de 300 produtos e experiências musicais, entre lançamentos de álbuns, clipes, festivais digitais, oficinas e conferências. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente da música brasileira, com uma programação contínua de lives, performances, bate-papos e conteúdos exclusivos, agora digitalmente.

Acesse e curta os canais de comunicação do projeto

www.instagram.com/lanceirosnegrosaceleradora

www.facebook.com/festivalporongos

lanceirosnegrosaceleradora@gmail.com

Serviço

O Quê: Live de lançamento do projeto Aceleradora Lanceiros Negros.

Quando: Dia 12 de agosto de 2021, quinta-feira, às 20h30min

Onde: https://www.youtube.com/watch?v=v-xcv3CAHj4

Compartilhe

Voltar ao topo