Teatro – “Cenas Diversas – Cena Negra” inicia atividades do Plano Anual 2018-2019 da Casa de Cultura Mario Quintana

By / 5 meses ago / Eventos / No Comments

Espetáculos e oficina vão abordar a temática afro na contemporaneidade

Cena da peça En(cruz)Ilhada (Foto: Diney Araujo/Divulgação)

O projeto “Cenas Diversas” marca a abertura do Plano Anual de Atividades 2018-2019 da Casa de Cultura Mario Quintana. Nesta edição, o tema será “Cena Negra”, onde serão abordados temas importantes de diversidade e estética afro-brasileira. Entre os dias 24 e 26 de julho, serão apresentados os espetáculos “A Mulher Arrastada”, “Qual a diferença entre o charme e o funk?” de Porto Alegre e “En(cruz)ilhada”, de Salvador (BA), todos com entrada gratuita. Também será realizado o workshop “AfroDRAMAS: Um passeio teórico e prático através do Teatro Negro no Brasil”, com o ator, diretor e ativista baiano, Ângelo Flávio. O Plano Anual tem incentivo da Lei Rouanet, patrocínio do Banrisul, gestão e planejamento da Cida Cultural e realização da Casa de Cultura Mario Quintana, Associação dos Amigos da Casa de Cultura Mario Quintana e do Ministério da Cultura/Governo Federal.

O espetáculo “A Mulher Arrastada”, com direção de Adriane Mottola, é inspirado no caso real ocorrido no Rio De Janeiro em 2014. A peça refaz os últimos momentos de Cláudia Silva Ferreira – mulher, negra, trabalhadora, 38 anos, mãe de 4 filhos biológicos e 4 adotivos – brutalmente assassinada pela Polícia Militar ao sair de casa, no Morro da Congonha, para comprar pão para sua família. Valendo-se de uma construção poética que contrapõe o fato verídico ao simbolismo das imagens evocadas, o texto do dramaturgo Diones Camargo mostra a figura trágica de Cacau reivindicando o que durante toda a cobertura jornalística do caso foi aos poucos apagado: o seu nome, elemento este que foi substituído pela impessoal, violenta e cruel alcunha de “Mulher Arrastada”.

“Qual a diferença entre o charme e o funk?”, com direção de Thiago Pirajira, é um trabalho sensorial inspirado em uma “arqueologia pessoal” de sete atores negros criadores, na qual o exercício da memória à busca de relíquias de si se fez presente para dar corpo ao espetáculo. Um resgate daquilo que está dentro de cada um, daquilo que faz ser: identidades. O espetáculo dá vasão e contextualiza o movimento de uma juventude considerada a “geração da esperança”, que anseia falar de sua cultura, sua arte, seu corpo, seu cabelo e sua dança. Anseia mostrar que também ri, brinca, canta, ama, se relaciona, existe! A sessão terá audiodescrição.

“En(cruz)ihada” é uma obra de arte complexa. A peça monta um painel com diversas formas de morte do povo negro. Com dramaturgia e atuação do ator Leno Sacramento o espetáculo transcorre em textos, sons e ruídos em off. São 38 minutos em que mixa uma série de personagens sem voz. Como um DJ que nos conduz de uma música a outra sem pausa nem ruptura rítmica, a peça nos leva de um drama a outro sem linhas de corte.

A oficina “AfroDRAMAS: Um passeio teórico e prático através do Teatro Negro no Brasil” é um curso teórico e prático, que se dedica a investigar os elementos que fundam ‘a experiência expressiva’ do corpo negro nas artes cênicas no Brasil e no mundo, através de uma teia semiótica e sócio política, que analisa na teoria e na prática, o que compreendemos como “Teatro” (in lato senso), assim como, a insurgência de um “Teatro Negro” como um latente manifesto. Nas oito horas do workshop os participantes serão instigados a pensar o drama, como um reflexo de representações simbólicas de um povo, em seu contexto social e, político de existência e resistência cultural.

Serviço:

O Quê: “A Mulher Arrastada”

Quando: dia 24/07 (terça-feira), 19h

Onde: Sala Carlos Carvalho da Casa de Cultura Mario Quintana, Rua dos Andradas, 736, Centro Histórico, Porto Alegre

Quanto: Entrada Gratuita (retirada de senhas uma hora antes)

O Quê: “Qual a diferença entre o charme e o funk?”

Quando: dia 25/07 (quarta-feira)

19h

Onde: Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana

Quanto: Entrada Gratuita (retirada de senhas uma hora antes)

Sessão com audiodescrição

O quê: “En(cruz)ihada”

Quando: 26/07 (quinta-feira) 19h

Onde: Sala Carlos Carvalho da Casa de Cultura Mario Quintana

Quanto: Entrada franca – (Retirada de senhas uma hora antes)

O quê: Oficina “AfroDRAMAS: Um passeio teórico e prático através do Teatro Negro no Brasil”, com Ângelo Flávio.

Quando: Dias 25 e 26/07 (quarta e quinta-feira) das 10h às 13h

Onde: Sala Andradas da Casa de Cultura Mario Quintana

Inscrições pelo e-mail oficinaplanoanualccmq@gmail.com

** Enviar na mensagem currículo e uma pequena carta de intenções *

 

Daniel Ribeiro

22 anos, estudante de administração gestão pública.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *