Coleção Asé criação de série documental de moda e ancestralidades

By / 1 mês ago / Estilo / No Comments

foto de Cleitson CunhaA estilista Carol Barreto elabora produtos de moda e imagens a partir de reflexões e elaborações étnico-raciais e de gênero. (Fotos: Cleitson Cunha)

O projeto de caráter colaborativo entre três artistas, Carol Barreto – Modativista; Laila Rosa – Musicista e Luana Amaral – Video Maker, com o objetivo de produção de conteúdo para a finalização do documentário Coleção Asè, com curadoria de Juci Reis e parceria com Flotar Programa e Untitled Arts Media, o projeto ocorrerá entre os dias 19 a 29 de outubro de 2017 na cidade de Nova York, US. Contempladas no Edital de Mobilidade Artística e Cultural 2017 do Fundo de Cultura da Bahia, Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, este projeto de intercâmbio e difusão, visa a realização de Artist Talk sobre o processo criativo da Coleção Asè sob a perspectiva do Fashion Activism e sobre a produção da trilha sonora, bem como atividades de pesquisa e produção de conteúdo com a gravação de entrevistas com mulheres negras ativistas no campo da moda e da arte, para a finalização do documentário Coleção Asè.

unnamed (1)

Sobre a coleção: “A coleção Asè nasce com inspiração nas marcas da afrobrasilidade, sob o impacto do retorno de uma mulher negra baiana à Angola, terra de onde saíram nossos ancestrais, reverenciando nossa história de negritude no Brasil. O ponto de partida é o imaginário alimentado durante décadas, por meio da oralidade, de rituais religiosos e culturais, por africanos escravizados no Brasil, de volta à nossa terra original.”

unnamed

As atividades para elaboração do documentário versam sobre os temas: Gênero, Moda e Ativismo Anti-Racista, debatendo o conceito de arte sob a perspectiva do Racismo a designer compartilhou todo o processo de elaboração conceitual com as 50 pessoas envolvidas no projeto e contou com a participação das artistas colaboradoras que compõem a equipe para continuidade: Laila Rosa e Luana Amaral, trabalham em parceria desde a apresentação da coleção Asè no Angola International Fashion Show em Luanda, à apresentação de desfile-show no Teatro Castro Alves que contou com a participação do Projeto Rum Alagbé do Ilê Iyá Omin Axé Iyá Massê do Terreiro do Gantois, para execução da trilha sonora composta por Laila Rosa com base no hinos e toques das religiões afro-brasileiras Umbanda e Candomblé. Todas as etapas foram momentos registrados pelas lentes de Luana Amaral que intenta produzir conosco o conteúdo internacional para finalização do documentário.

unnamed (2)

No Artist Talk a Designer Carol Barreto pretende expor peças de roupa, materiais, imagens de fotografia e vídeo da Coleção Asé, a fim de debater sobre as implicações políticas presentes no processo criativo compartilhado e sobre a ações de Modativismo que integram o trabalho. A Musicista Laila Rosa irá comunicar o processo de criação da trilha sonora dos desfiles e do documentário, e fará um Live p.a com base na trilha da Coleção Asè. Luana Amaral registrará as imagens dos eventos e atuará na gravação das entrevistas.

No intercâmbio daremos continuidade à circulação internacional da Coleção Asè e à construção do vídeo por meio do diálogo com instituições culturais e ativistas que historicamente tem atuado no campo do Artevismo que na cidade Nova Iorque, Estados Unidos, cidade onde o campo teve o seu estabelecimento e expansão.Assim, a etapa internacional do documentário ‘Coleção Asè’ poderá construir um diálogo com mulheres negras afro-diaspóricas que atuam no campo do ativismo político e que têm as artes como forma de expressão de suas lutas e numa atividade educativa de laboratório criativo experimentar por meio de atividades musicais e de criação estética envolvendo vestuário e moda, um debate sobre a importância da relação entre moda e ativismo político antirracista e feminista.

Daniel Ribeiro

22 anos, estudante de administração gestão pública.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *