Conheça as três vencedoras do 3º Prêmio Donna – Mulheres que Inspiram

(Fotos: Isadora Neumann)

Por Donna/ZH

No mês em que Donna completa 25 anos, foi realizada a cerimônia da 3ª edição do Prêmio Donna – Mulheres que Inspiram. São mulheres que fazem diferença com seu trabalho, sua vida e seu exemplo no RS.

Nesta noite de sexta-feira (25), em evento realizado no Espaço Clientes do Grupo RBS, foram anunciadas as vencedoras, dentre um grupo de 10 indicadas. As três premiadas são Doris Spohr, vice-presidente do Sindicato da Indústria do Vestuário (Sivergs), idealizadora do RS Moda; Giane Vargas Escobar, professora do curso de História da Unipampa em Jaguarão e coordenadora do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas da Unipampa; e Madgéli Frantz Machado, juíza titular do Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Porto Alegre, criadora dos grupos reflexivos de gênero do Tribunal.

Ivete (à esquerda, representando Madgéli Machado), Doris Spohr e Giane VargasIvete (à esquerda, representando Madgéli Machado), Doris Spohr e Giane Vargas

Os convidados do evento conheceram as histórias das 10 indicadas em vídeo e, depois, a editora da revista Donna, Patrícia Rocha, apresentou as três vencedoras, chamadas ao palco para receber os troféus.

Doris Spohr, após receber o prêmio das mãos de Marta Gleich, diretora de jornalismo dos jornais e rádios do Grupo RBS, comentou aquele velho chavão de que, por trás de um grande homem, existe uma grande mulher: a primeira vencedora da noite ajudou a fazer do marido um dos grandes estilistas do Estado e agora, aos 80 anos, se reinventa e acaba de lançar seu canal de vídeos, Simplesmente Doris.

– Quero agradecer essa homenagem e dizer que é mesmo ao lado de um grande homem que existe a grande mulher. São 60 anos de trabalho e convivência, nós contruimos algo juntos. Uma vez, encontramos (o estilista) Ronaldo Fraga e ele disse, brincando, que atrás de um grande homem sempre existe uma mulher cansada. Achei verdade (risos). Estamos sempre trabalhando e falta tempo para tudo, ainda mais neste momento em que a gente está se reinventando. Para mim e para todas, digo que é muito bom inventar uma coisa nova na minha idade.

Doris SpohrDoris Spohr

A segunda vencedora chamada ao palco comemorou o prêmio e o dedicou a todas as mulheres negras. Professora e pesquisadora da Unipampa, Giane Vargas Escobar se dedica a mudar o panorama escolar do país: em toda sua trajetória, ela só teve duas professoras negras. Na graduação e na pós-graduação, nenhuma. E hoje, de um universo de 48,5 milhões de mulheres negras no Brasil, ela integra o percentual das 0,05% de pós-graduadas.

Após receber o prêmio das mãos de Patrícia Fraga, gerente executiva de Inteligência de Mercado e Produto, Giane se disse honrada de estar entre as vencedoras:

– Ao meu lado, tenho várias mulheres negras que vieram comigo e ressaltamos a importância desse prêmio em termos de representatividade, pois representatividade importa. Especialmente falando de mulheres negras, que estão na base da pirâmide. Pois quando estou aqui, não estou sozinha: muitos lutaram para que eu estivesse aqui. E destaco que não é por acaso que esse prêmio acontece hoje: além do mês dos 25 anos da Revista, 25 de maio é Dia da África, um continente que ainda é visto como país, e não é; são 54 países neste continente – comentou Giane, muito aplaudida após sua fala.

Giane VargasGiane Vargas

A juíza Madgéli Frantz Machado, a terceira vencedora do Prêmio, esteve representada na cerimônia pela psicóloga Ivete Machado Vargas, com quem trabalha desde 2011 no Grupo Reflexivo de Gênero: por lá, passaram mais de 500 homens  _ e apenas 3% dos que concluíram os 12 encontros reincidiram.

– Dra. Madgeli, em 2011, uniu pessoas que queriam muito trabalhar com essa mudança de cultura. Estou muito feliz que tenha sido um homem a fazer essa entrega do prêmio, pois homens e mulheres precisam trabalhar juntos para diminuir a desigualdade. Gostaria que todos nos uníssemos independentemente de raça, cultura, credo, gênero – disse Ivete ao receber o troféu das mãos do editor-chefe de Zero Hora, Carlos Etchichury.

Ivete Machado, representando Madgéli MachadoIvete Machado Vargas, representando Madgéli Frantz Machado

 

Conheça as demais 10 indicadas ao 3º Prêmio Donna Mulheres que Inspiram:

Ernestina Pereira, presidente do Sindicato dos Empregados Domésticos de Pelotas e uma das diretoras da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas
Gabriela Guerra, diretora executiva da ThoughWorks no Brasil
Joanna Burigo, fundadora da Casa da Mãe Joanna e mestre em Gênero, Mídia e Cultura
Maria Teresa Campos, criadora da ONG Sol Maior, que promove a inclusão social por meio da educação musical de crianças
Natalia Guasso, criadora do Brick de Desapegos, feira de moda sustentável
Roberta Arabiane Siqueira, procuradora do Estado, à frente da Penitenciária Estadual de Canoas 1
Thaisa Storchi Bergmann, astrofísica, pesquisadora, especialista em buracos negros de galáxias ativas

Conheça mais sobre as três vencedoras

:: À frente do RS Moda, Doris Spohr mostra que é muito mais do que a “Doris do Rui”, seu marido e renomado estilista
LEIA A REPORTAGEM COMPLETA

13561105-dn001_26_capaA.jpg-22_05_2018-17.01.37

:: Pesquisadora Giane Escobar dedica a vida a pequenas revoluções para promover a cultura afro
LEIA A REPORTAGEM COMPLETA

13561106-dn001_26_capaB.jpg-22_05_2018-17.01.39

:: Juíza Madgéli Machado criou um projeto para mudar o comportamento de homens que cometeram violência doméstica
LEIA A REPORTAGEM COMPLETA

13561107-dn001_26_capaC.jpg-22_05_2018-17.01.41

Sobre o Prêmio Donna
Convocamos jornalistas, membros da comunidade acadêmica, profissionais de diferentes áreas, colaboradores e colunistas do Grupo RBS para que indicassem mulheres que fazem diferença e que são inspiradoras. O resultado foram centenas de nomes que deram origem a uma lista com 10 indicadas, em áreas que vão da ciência à cultura, da moda aos direitos humanos. Com idades, profissões e trajetórias tão distintas, têm em comum o desejo de fazer diferença e transformar o mundo ao redor em um espaço com mais oportunidades e liberdade para todas.

Agradecimentos
Nesta noite especial da cerimônia do Prêmio Donna, agradecemos o apoio dos nossos parceiros Arquitetura das Flores, Onodera, Safira e Unisinos. As vencedoras foram maquiadas por profissionais doRhedco para a sessão de fotos da capa da Revista deste fim de semana. As 10 indicadas ao Prêmio receberam pingentes da Safira, buquês da Arquitetura das Flores e vales-presente da Onodera. O coquetel ficou por conta da Mule Bule GastronomiaE os troféus que as três vencedoras receberam foram executados pela Fab Lab Unisinos.

Compartilhe

Voltar ao topo