Delegacia contra crimes de racismo e intolerâncias está em funcionamento no Paraná

By / 1 mês ago / Brasil / No Comments

2931e6fd-596a-44bd-bcba-1a8ce384e057

Por Seppir

Nesta segunda-feira (20/03), a Ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, visitou as instalações da Delegacia de Crimes de Racismo, Intolerância Religiosa, Homofobia, Xenofobia e Afins, em Curitiba – PR. A ação é resultado de um trabalho conjunto entre a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), vinculada ao Ministério dos Direitos Humanos (MDH), o Ministério da Justiça e Cidadania, hoje Ministério da Justiça e Segurança Pública, e o Governo do Estado Paranaense.

“Sinto imensa alegria em estar aqui neste momento, pois estou presenciando mais uma ação efetiva no combate ao racismo, intolerância religiosa, homofobia, xenofobia e outras formas de exclusão. O Paraná, Estado que tanto me acolheu, é hoje pioneiro nesta iniciativa”, disse a titular do MDH.

Na oportunidade, a Ministra ressaltou a pluralidade do espaço. “A partir de agora, ialorixás, babalorixás e seus seguidores já sabem que têm mais esta alternativa, onde podem recorrer nos casos de intolerâncias. Negras e negros em geral, e quem quer que seja que sofra discriminação, todos podem vir aqui. As portas estarão abertas”.

Segundo Luislinda, o objetivo é expandir o projeto de forma a atender o maior número possível de vítimas, em diversas regiões do país.

“Pretendemos levar esta Delegacia também para os outros Estados da Federação, a fim de garantir que qualquer pessoa que sofra racismo ou outra discriminação possa ter o devido atendimento. Em algumas localidades as articulações já se encontram em níveis avançados”, afirmou.

Também estiveram presentes o Secretário de Segurança, Wagner Mesquita; o Delegado Geral Julio Reis; Fabio Renato Amaro da Silva Junior, da Divisional DHPP; a Promotora de Justiça Mariana Bazzo; o Procurador de Justiça Olympio Sotto Maior Neto; o Assessor Especial da Juventude, Edson Lau Filho; a Presidente da Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB/PR), Silvana Cristina de Oliveira Niemczewski.

Complementaram a lista de autoridades, o Presidente do Conselho Municipal de Políticas Étnico-Raciais (COMPER), Denis Denilto; Adegmar da Silva (Candieiro), da Coordenação de Igualdade Racial da Prefeitura de Curitiba; a Presidente do Instituto Luigi Barindelli, Conceição Barindelli; a Promotora de Justiça Ana Paula Pina Gaio; e a Diretora de Direitos Humanos e Cidadania, Regina Bley.

Daniel Ribeiro

22 anos, estudante de administração gestão pública.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *