Fade to Black Festival – Reunirá afrocriadores da diáspora

Evento online premiará narrativas audiovisuais em mostra de Curtas-Metragens, concurso de roteiro e laboratório para roteiristas, além de 30 painelistas nacionais e internacionais

Fade to Black Festival. (Foto: Divulgação)

Com a proposta de dar visibilidade e potencializar novas narrativas negraso FADE TO BLACK Festival realizará sua primeira edição entre os dias 06 e 10 de abril, em um evento 100% virtual. A programação contempla Mostra de Curtas-Metragens, Concurso de Roteiro, Laboratório para Roteiristas (exclusivo para brasileiros), além dos Painéis de discussão com mais de 30 palestrantes internacionais e nacionais em ascensão pela diáspora. Entre os nomes: SUE-ELLEN CHITUNYA, uma das coordenadoras de pós-produção de filmes da Marvel Studios, STEFON BRISTOL, diretor do longa A Gente Se Vê Ontem (Netflix) e parceiro de Spike Lee, RAE BENJAMIN, roteirista da série de sucesso Bridgerton (Netflix), o músico e produtor do documentário “AmarElo – É Tudo Pra Ontem”, FIÓTI e a atriz e multiartista ZEZÉ MOTTA (convidada especial).  A programação completa e as credenciais para aquisição estão disponíveis no site: www.fadetoblackfestival.com

O evento surgiu por conta de uma inquietação da idealizadora, a cineasta Gautier Lee, que atua com uma visão racializada das produções audiovisuais e busca fortalecer produções brasileiras e internacionais de afrocriadores da diáspora. “Quando falamos sobre narrativas e estéticas negras existe um senso comum, e um tanto errôneo, de que somos homogêneos, de que o ‘ser negro’ é uma experiência única, e de que agimos e reagimos da mesma forma. Mas, apesar de sermos iguais perante os olhos de muitos, não somos idênticos pelo simples fato de sermos indivíduos. O FADE TO BLACK Festival possui um objetivo ousado: ser, em pleno 2021, um quilombo audiovisual para afrocriadores de toda a diáspora“, reforça.

A programação do FADE TO BLACK Festival acontecerá entre 06 a 10 de abril, no formato virtual, com mais de 30 importantes nomes do audiovisual nos painéis de discussão do evento. As palestras contemplarão as temáticas de Formação, Mercado e Criação. Saiba mais:

Painéis de Formação: workshops destinados a cineastas e roteiristas iniciantes. A transmissão será feita GRATUITAMENTE pela página do Facebook do evento (Facebook/fadetoblackfestival). Haverá tradução para Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Painéis de Mercado: discussões sobre os desafios e potencialidades do setor.  A transmissão será feita pela plataforma Zoom, por meio de aquisição de credenciais. Haverá tradução simultânea das palestras internacionais para a língua portuguesa.

Painéis de Criação:  criadores da área compartilharão processos criativos e jornadas profissionais. A transmissão ocorrerá pela plataforma Zoom, por meio de aquisição de credenciais. Haverá tradução simultânea das palestras internacionais para a língua portuguesa.

PALESTRAS CONFIRMADAS:

06 DE ABRIL | TERÇA-FEIRA

14:00 – 15:00 [FORMAÇÃO: Afrografias: a luz na pele preta] – Giuliano Lucas

17:00 – 18:00 [CRIAÇÃO: Laboratórios para Roteiristas] – Cleissa Martins, Stefano Volp e Renata Sofia

20:00 – 21:00 [MERCADO: Relaço Produtor x Diretor x Roteirista] – Junior Vieira, Mari Ferreira e Rubian Melo 

07 DE ABRIL | QUARTA-FEIRA

14:00 – 15:00 [FORMAÇÃO: Direção de videoclipe] – Cleverton Borges

15:30 – 16:30 [FORMAÇÃO: Narrativas Diversas – Roteiro para histórias em quadrinhos] – Estevão Ribeiro

17:00 – 18:00 [MERCADO: Cinema Independente Fora do Eixo Sul-Sudeste]  Ariel L. Dibernaci, Rodrigo Antonio e Tiago Venusto 

18:30 – 19:30 [MERCADO: Black Film Space – Short Film Case Study] – Reggie Williams e Lande Yoosuf

20:00 – 21:00 [MERCADO: Todo mundo merece um felizes para sempre: a relevância do clichê LGBTQ+] – Juan Julian

08 DE ABRIL | QUINTA-FEIRA

15:30 – 16:30 [MERCADO: Origin Story: The Black Femme Supremacy Film Fest ] – Nia Hampton, Maya Rodriguez, Hilda Adenji, Samah Ali 

17:00 – 18:00 – [CRIAÇÃO: Quem conta as histórias de corpos negros no cárcere?] – Mano Cappu 

18:30 – 19:30 [MERCADO: Afrodiasporic cinema: transatlantic narratives of black women from Bahia] – Vilma Martins, Ana do Carmo, Mariana Jaspe, com mediação de Nia Hampton

20:00 – 21:00 [MERCADO: WRITER’S ROOM 101] – Rae Benjamin

Rae Benjamin. (Foto: Divulgação)

09 DE ABRIL | SEXTA-FEIRA

14:00 – 15:00 [FORMAÇÃO: Roteiro de Podcast] – Flávia Vieira

15:30 – 16:30 [MERCADO: Cultura de Produção e Racialidade Contemporânea ] – Fernanda Lomba

17:00 – 18:00 [CRIAÇÃO: Ator como Autor] – Nando Cunha, Vaneza Oliveira, Larissa Nunes

18:30 – 19:30 [MERCADO:  Concursos de Roteiros] – Ana do Carmo, Bruna Trindade, Marina Luísa

20:00 – 21:00 [CRIAÇÃO: Q & A com Stefon Bristol] – Stefon Bristol

Stefon Bristol. (Foto: Divulgação)

 10 DE ABRIL | SÁBADO

14:30 – 15:30 [FORMAÇÃO: Production Guide for Beginners ] – Sue-Ellen Chitunya

16:00 – 17:00 [MERCADO: Creating connectivity in a virtual world: How to network and collaborate online] – Justice Whitaker, Jasmyne Peck, Elon Joi 

17:15- 18:15 [ CONVIDADA ESPECIAL: Cinema de assunto negro pelos olhos de Zezé Motta] – Zezé Motta, com mediação de Izabel Melo

Zezé Motta. (Foto: Vinicius Bertoli)

18:30 – 19:30 [ CRIAÇÃO: Por trás de AmarElo: É Tudo Pra Ontem ] –  Evandro Fióti 

Evandro Fióti. (Foto: Pedro Margherito)

20:00 – 21:00 [ Cerimônia de premiação e encerramento] 

Para acompanhar os detalhes da programação acesse: www.fadetoblackfestival.com e as redes sociais do evento: Instagram @fadetoblack_festival, Facebook @fadetoblackfestival  e Twitter @fadetoblackfes1.

O FADE TO BLACK Festival é contemplado pela lei Aldir Blanc de incentivo às produções culturais (Lei federal nº 14.017/2020), idealizado pela produtora audiovisual Gautiverse, de Gautier Lee, e realizado em parceria com a Reina Produções. Além disso, o FADE TO BLACK Festival conta com parceiros internacionais: Organization of Black Screenwriters, Black Film Space, Black Film Allegiance, Black Femme Supremacy Film Fest e parceiros do mercado nacional: Macumba Lab, APAN, Revista Exibidor, Griottes Narrativas, Frapa, Rota, Roteiraria, Películas Negras/Saturnema Filmes, Cabíria, ABRA e Serie Lab.

Compartilhe

EXPLORE TAMBÉM

Voltar ao topo