Grupo 50 Tons de Pretas fará o show de abertura do Paralelo Festival

(Foto: Rogério Soares)

O evento gratuito movimentará São Francisco de Paula nos dias 18 e 19 de janeiro com shows de Toquinho, Luciano Leães, Trabalhos Espaciais Manuais, MOIO, Dex Romweber, Fiero e Milongas Extremas

A banda gaúcha 50 Tons de Pretas fará a abertura do Paralelo Festival, evento gratuito que movimentará as margens do Lago São Bernardo, em São Francisco de Paula, nos dias 18 e 19 de janeiro. O grupo formado por Dejeane Arruée (vocal e trombone) e Graziela Pires (voz), que mistura pop, samba, rock e música popular brasileira, foi eleito nas redes sociais do festival durante a última semana, recebendo mais de 1100 dos cerca de 2500 votos totais do público.

A dupla é a oitava confirmada no line-up do festival que também terá shows do músico Toquinho, do pianista Luciano Leães, das bandas instrumentais gaúchas MOIO e Trabalhos Espaciais Manuais e de três nomes internacionais: o guitarrista e vocalista Dex Romweber, a banda de rock experimental argentina Fiero e o quarteto uruguaio Milongas Extremas. O evento inicia no sábado, às 18h, e no domingo, às 17h, e será apresentado pelo ator Werner Schünemann.

Saiba mais sobre a 50 Tons de Pretas

Com dois anos de existência, a banda acumula um repertório de músicas e representatividade tão diverso e impactante que parece já existir há muito mais tempo. O grupo mescla um apanhado de referências que traçam um diálogo aberto com o pop, o samba, o rock e a música popular brasileira como um todo.

O impacto de Dejeane Arruée e Graziela Pires, protagonistas deste universo representativo, ultrapassa o próprio trabalho autoral que realizam. Além de grandes compositoras, musicistas e arranjadoras, ambas desenvolvem trabalhos como educadoras para crianças e adolescentes. O papel de educadoras reflete na maneira como conseguem trazer com naturalidade e leveza  temas sociais fortes e de reflexão. É uma música alegre, pra cima e dançante, mas estão nas letras temas que envolvem as mulheres negras, o feminismo, a diferença de classes e a esperança de uma sociedade igualitária.

De forma independente, elas estiveram presentes em importantes eventos, sendo alguns deles a Virada Cultural, do Projeto Virada Sustentável; a primeira edição do Casa Expandida Casa de Cultura Mario Quintana; Parque das Ruínas, no Rio de Janeiro; Parada de Luta LGBTI, que reuniu mais de 50 mil pessoas em Porto Alegre; Cerimônia de premiação do 46º Festival de Cinema de Gramado e o projeto Mistura Fina, no Theatro São Pedro.

“Preta, olha onde você chegou pois um dia acreditou que a vida ia sorrir pra ti…” é a letra da primeiro single lançado pelo grupo. Canção esta que deu nome ao espetáculo que circulou por mais de 15 cidades em 2018 levando os sons autorais. Com este show, foram indicadas ao Prêmio Açorianos de Música na categoria Melhor Espetáculo em 2019. E com essa canção receberam o troféu Natividade, conhecido como Barriguda, no Festival Nacional de Música de Paranavaí no último mês de novembro. Em 2019, conquistaram três troféus em festivais com seus sons autorais que estão sendo gravados para lançar seu no primeiro EP, previsto para 2020.

O Paralelo Festival 2020 tem patrocínio de Kappesberg, Corsan, Icatu Seguros / Rio Grande Seguros e Previdência e Prefeitura Municipal de São Francisco de Paula, apoio de Sicredi e Caixa Econômica Federal, financiamento Pró-Cultura / Governo do Estado do Rio Grande do Sul, planejamento cultural da MS Produções e realização de Polo Comunicação, Branco Produções e Ministério da Cidadania / Governo Federal.

Serviço

O quê: “Paralelo Festival 2020″

Quando: 18 e 19 de janeiro de 2020

Onde: Largo São Bernardo, São Francisco do Sul RS, abertura
sábado a partir das 18h e domingo a partir das 17h

Quanto: Entrada franca

Programção

Dia 18, sábado
18h – 50 Tons de Pretas
19h20 – Moio
20h40 – Fiero
22h – Milongas Extremas

Dia 19, domingo
17h – Luciano Leães & The Big Chiefs
18h20 – Trabalhos Espaciais Manuais
19h40 – Dex Romweber
21h – Toquinho

Compartilhe

Voltar ao topo