Livro documenta a história de clube social negro de Santa Maria, RS

FOTO 28 FRENTE

Membros da Sociedade União Familiar. (Foto: Acervo particular de Alcione Flores do Amaral)

Parte da história da população negra de Santa Maria no RS, estará sendo registrada no livro: Moreno Rei dos Astros a Brilhar, Querida União Familiar”: trajetória e memórias do clube negro fundado em Santa Maria, no pós-Abolição, escrito por Franciele Rocha de Oliveira, com dados que foram colhidos através de pesquisa para o trabalho monográfico realizado junto ao curso de História, da Universidade Federal de Santa Maria. O trabalho foi vencedor do Prêmio Lei Municipal do Livro 2015 (Resolução Legislativa nº 22/04), promovido pela Câmara de Vereadores de Santa Maria e terá seu lançamento realizado em promoção na Feira do Livro 2016, no dia 07 de maio, a partir das 17 h, na Praça Saldanha Marinho.
 

A programação de lançamento conta também com a abertura cultural do Projeto “Negressencia: mulheres cujos filhos são peixes”, executado pelos produtores culturais Marta Nunes e Manoel Luthiery.

Síntese da obra 

Imagine Santa Maria na turbulenta passagem do século XIX para o XX. A cidade, imersa no contexto tardio brasileiro de fim da escravidão e de transição do Império para a República, também viveu as contradições do período no qual há uma sociedade marcada pelas experiências escravas e pela liberdade precarizada de negros e negras. O coração do Rio Grande do Sul também foi palco de ideologias e práticas políticas e sociais forjadas pelas elites e classes médias brancas, que interferiram diretamente na dinâmica local. Na medida em que procuraram exercer novas formas de “controle”, também geraram resistência naqueles que não se fizeram controlar.

Vemos, portanto, emergir nesta cidade, que tradicionalmente se identifica como branca, em um universo negro complexo, relutante e vigoroso. Ergueram uma Irmandade negra, criaram clubes sociais negros, seus blocos de carnaval e seus jornais, instituições de encontro e vivência coletiva de negros e negras, para que pudessem compartilhar anseios, hábitos e regras próprias. Espaços em que procuravam a garantia de direitos, como o exercício do lazer. Locais onde podiam construir uma imagem positivada de si e de seus iguais, rompendo com estereótipos e podendo possibilitar melhorias para a vida de seus frequentadores.

O clube União Familiar é parte disto. Criado em 1896, é registrado como o mais antigo clube social negro com sede da cidade. Idealizado e gerenciado por homens e mulheres de cor escura que aqui trabalharam, residiram, sobreviveram e resistiram e sobre os quais a História oficial poucas vezes ouviu, muitas vezes silenciou ou até mesmo esqueceu.

Olhando para o União Familiar e ouvindo as vozes daqueles que o vivenciaram e as de seus descendentes, a pesquisa foi conduzida para uma esfera mais profunda: a de uma rede negra, que envolve a Vila Operária Brasil, o Bloco Rancho Succo e o Jornal O Succo. E assim uma cidade que se forja enquanto branca vai sendo desvelada, nessas páginas, cada vez mais negra, resistente e diversa.
Capa do livro
CAPA DO LIVRO DIVULGAÇÃO
Ficha Técnica do Livro
Autora: Franciele Rocha de Oliveira
Título: “Moreno rei dos astros a brilhar, querida União Familiar”: trajetória e memórias do clube negro fundado em Santa Maria, no pós-Abolição.
Ano: 2016
Prefácio: Marta Nunes
Apresentação: Beatriz Loner
Comentários – contracapa: Ênio Grigio e Marta Nunes
Projeto gráfico, capa e diagramação: Andrei R. Lopes
Ilustrações: Alexon Messias da Rocha – Pret.A
Revisão: Anderson Trindade Chaves e Martina Schaedler.
Editoração: Câmara Municipal de Vereadores de Santa Maria.
ISBN: 978-85-66758-05-4
Páginas: 157 páginas
Tamanho: 484 mm x 230 mm
 
Serviço
O quê: Lançamento do livro “Moreno rei dos astros a brilhar, querida União Familiar”: trajetória e memórias do clube negro fundado em Santa Maria, no pós-Abolição, de Franciele Rocha de Oliveira.
Quando: 07 de maio de 2016, durante a Feira do Livro de Santa Maria 2016.
Onde: Praça Saldanha Marinho, Santa Maria/RS.
Horário: A partir das 17 horas.
Quanto: A distribuição do livro é gratuita e o evento tem caráter público, sem fins lucrativos
Informações: Franciele Rocha de Oliveira – (55) 81514583 – (55) 30266295

Compartilhe

Voltar ao topo