Morre Ben E. King, intérprete de “Stand By Me”

Cantor de 76 anos faleceu de causas naturais

Ben E. King, o cantor de soul e autor de uma das canções mais famosas século XX, “Stand by me”, morreu aos 76 anos de causas naturais nesta quinta-feira, informou o porta-voz do artista, Phil Brown. “Ben era uma das almas mais doces, gentis e talentosas que eu tive o privilégio de conhecer e chamar de amigo durante mais de 50 anos”, escreveu no Facebook o cantor de R&B Gary U.S. Bonds, um colaborador de King.

King nasceu na Carolina do Norte, mas se mudou para Nova York ainda criança. Ele iniciou a carreira na cidade em gêneros como o doo wop e o R&B. Inicialmente escreveu “Stand by me” para um grupo, mas terminou por gravar ele mesmo a canção. Influenciada pelo gospel espiritual tradicional e os Salmos, a canção começa com uma linha de baixo que virou um clássico e apresenta uma sucessão de acordes comuns na música popular dos anos 50.A canção foi lançada em 1961, mas foi regravada centenas de vezes e utilizada em várias trilhas sonoras. “Stand by me” foi a quarta canção mais tocada no rádio e na televisão dos Estados Unidos no século XX, com mais de sete milhões de execuções, segundo a empresa musical BMI. A música foi a inspiração para o filme “Conta Comigo” (“Stand by me”, 1986), um drama adolescente dirigido por Rob Reiner e que apresentou a canção para uma nova geração.Também foi usada em vários comerciais. A Biblioteca do Congresso incluiu este ano “Stand by me” no Registro Nacional de Gravações, na categoria “tesouros americanos”. Em seu anúncio, a Biblioteca do Congresso afirmou que “Stand by me” tem “provavelmente a linha de baixo mais conhecida da história das gravações”. A linha foi composta por Mike Stoller e tocada por Lloyd Trotman. “Mas foi a voz incandescente de King que a transformou em um clássico”, disse.

King seguiu ativo até o fim da vida, com direito a algumas turnês. Ele criou a Fundação Stand By Me, com sede em sua casa de Teaneck, Nova Jersey, para apoiar a educação dos jovens.
Fonte: CP

Compartilhe

Voltar ao topo