Mostra Marisol Kadiegi: convidados debatem o filme ‘Xinguilamento’

Professores, pesquisadores e sacerdote de religião de matriz africana estão entre os debatedores da roda de conversa, que acontecerá aqui: https://www.facebook.com/casadeangolabahia

A cineasta Marisol Kadiegi estará debatendo sobre o filme com convidados. (Fotos: Divulgação)

Da Redação, do Expresso 61

A roda de conversa da cineasta Marisol Kadiegi com convidados sobre o filme Xinguilamento, a força dos ancestrais (se não viu, clique no nome para assistir) acontece neste domingo (2/05), a partir das 19 horas, horário de Brasília. A transmissão ao vivo acontecerá pela página no Facebook da Casa de Angola na Bahia, uma das parceiras na realização do evento.

O endereço da página da Casa de Angola no Face é https://www.facebook.com/casadeangolabahia

 

Logo após a live a transmissão será compartilhada pela TV 61 (canal no Youtube do site Expresso 61) e as redes sociais dos demais parceiros: O Núcleo de Estudos Afro-brasileiro, Indígena e de Fronteira Maria Dimpina Lobo Duarte (Numdi), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) e o Mutirum Instituto da Cultura.

Com mediação do jornalista João Negrão, editor do site Expresso 61, a roda de conversa com Marisol Kadiegi sobre o filme Xinguilamento, a força dos ancestrais terá a participação dos seguintes convidados:

 

Filipe A. Vidal – Angolano, formado em História e Antropologia, Professor de História das Artes e Antropologia no CEARTE/Luanda, Fundador e Presidente da ANKHGOLA KHEMETIC YOGA- ANKHYO, Autor de vários artigos científicos, comunições, conferências, palestras.

 

Tatiane de Oliveira – Doutoranda em Estudos de Linguagem, pela UFMT, em Cuiabá, linha de pesquisa: literatura, sociedade e identidades. Mestra em Educação (UFMT), linha de pesquisa: movimentos sociais, política e educação popular. Especialização em Administração Geral e Gestão da Qualidade, Graduação em Secretariado Executivo Bilíngue (Inglês/Espanhol) e Licenciatura em Letras (Português/Inglês). Docente efetiva na área de secretariado executivo e gestão, no Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), campus Cuiabá – Octayde Jorge da Silva. Possui experiência como secretária executiva e como docente no curso de Bacharelado em Secretariado Executivo e no ensino médio integrado ao ensino técnico em secretariado, no IFMT. Pesquisa sobre educação das relações raciais brasileiras, identidades negras e brancas; secretariado e gestão.

 

Maurício Macedo Vieira – Babalorixá, professor doutorando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE/UFMT – Linha de Pesquisa: Movimentos Sociais, Política e Educação Popular. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação (NEPRE/UFMT). Atualmente exerce a função de Coordenador Pedagógico na Rede Estadual de Educação de MT.

Marisol Kadiegi

Marisol Adelaide Correa (Marisol Kadiegi) é jornalista formada pelo Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB), com pós-graduação em “Fotografia como suporte para a imaginação” pela Universidade de Brasília (UnB). Com uma história de vida vencedora do Prêmio “Mulheres Negras Contam sua História”, primeira Edição na categoria redação.

Documentarista, roteirista, produtora de conteúdo televisivo e cinematográfico, repórter atuando ainda na produção de eventos culturais. Transita entre o cinema e a televisão em Angola, sua primeira pátria e no Brasil, nação que escolheu como segunda terra.

De volta a Angola atuou como professora de Arte e Literatura Angolana na UPRA (Universidade Privada de Angola), na Universidade Independente de Angola, como professora de Telejornalismo, assim como das disciplinas Tratamento de Arte e Imagem e Técnicas Jornalísticas. Atualmente é realizadora (licenciada para capacitação) da Televisão Pública de Angola onde atua desde 2007.

Compartilhe

EXPLORE TAMBÉM

Voltar ao topo