Movimento Negro pauta candidaturas negras no cortejo do 2 de julho

Vereador Moisés Rocha (PT-Ba) e Fórum de Entidades Negras| Crédito (Foto: Ivana Sena)

Da Revista Quilombo

Ontem (02), milhares de baianos celebraram a Independência da Bahia, em Salvador. O cortejo cívico que levou as imagens do caboclo e da cabocla ao Campo Grande reuniu autoridades, movimentos sociais e figuras distintas por toda caminhada.

Com ampla participação popular, o 2 de Julho em Salvador já se tornou palco das diversas bandeiras de lutas, que ocupam às ruas para protestar durante a data mais importante do calendário baiano.

Ao som dos tambores do Bloco Afro Ilê Aiyê, a passagem do Movimento Negro no cortejo do 2 de Julho se iniciou com a participação do vereador Moisés Rocha (PT-Ba) e o Fórum de Entidades Negras caminhando com uma Frente de instituições que pautam candidaturas de homens e mulheres negras para as eleições de 2020. A proposta é que Salvador tenha na cadeira do executivo municipal uma representação política com a cara da cidade.

Na Ladeira do Boqueirão, se concentrou a Rede de Mulheres Negras com a campanha “Parem de nos Matar”, denunciando o feminicídio e convocando a população para as agendas políticas do “Julho das Pretas”.

Vilma Reis, lançamento da Campanha “Agora é ela” (Crédito Foto: Camila Caracol)

Acima, outro grupo de ativistas, feministas negras, lançaram a campanha “Agora é ela. Mulheres Negras na Prefeitura de Salvador com Bicão na Diagonal”, apresentando o nome da socióloga Vilma Reis como candidata nas próximas eleições

Vereador Silvio Humberto (PSB-Ba) (Crédito Foto: Ivana Sena)

A galera do Instituto Steve Biko se encontrou na sede, que fica na Ladeira do Carmo, para a tradicional feijoada que reune educadores, alunos, ex-alunos e amigos da instituição. Lá também finalizou o cortejo, o vereador Silvio Humberto (PSB-Ba), parlamentar de fundamental importância na recente aprovação do Estatuto da Igualdade Racial do Município.

Ângela Guimarães (UNEGRO) e a Deputada Estadual Olivia Santana (PCdoB – Ba) (Crédito Foto: Camila Caracol)

No Pelourinho, a UNEGRO ofereceu o tradicional caruru, reuniu artistas e lideranças de diversas entidades para celebrar a independência baiana com o tema “Mulheres na Independência: Vozes da Resistência”. Na ocasião, estava presente a deputada estadual Olivia Santana (PCdoB-Ba), que ao lado de nova ouvidora da Defensoria Pública da Bahia, Sirlene Assis, e da Presidenta Nacional da UNEGRO – Ângela Guimarães -, discursou sobre a importância de ampliar a participação das mulheres negras nos espaços políticos.

Sirlene Assis (Ouvidoria | DPE-Ba) e a Deputada Estadual Olivia Santana (PCdoB – Ba) (Crédito Foto: Camila Caracol)

Eleita primeira deputada estadual negra da Bahia, Olivia Santana, também ativista do movimento negro, está pautada pelo Movimento como forte nome a ser lançado à Prefeitura em 2020.

Caruru da UNEGRO (Crédito Foto: Camila Caracol)

Na ladeira do Pelô, o Caruru que teve as apresentações das bandas Catadinho do Samba, Tambores de Búzios e a ilustre participação de Graça Onasilê, encerrou com ABC do Samba.

Compartilhe

EXPLORE TAMBÉM

Voltar ao topo