Mulheres se mobilizam e reorganizam Fórum em Siderópolis-SC

By / 5 meses ago / Geral / No Comments

18300984_1804852266509936_5243577220403332655_nMulheres se mobilizam e organizam Fórum com grande sucesso em Siderópolis. (Foto: Divulgação)

Da Redação

O encontro de reestruturação do Fórum da Mulher Negra Sideropolitana foi realizado no dia 29 de abril, no Centro Social Urbano, no município de Siderópolis, sul do estado de Santa Catarina e contou com o apoio da influente comunicadora local Albany Soratto e da Folha dos Municípios, mídia impressa que circula desde 1996, envolvendo os municípios filiados à Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC) daquele estado. Contou com dezenas de participantes que dialogaram sobre pautas essenciais referentes à estrutura da organização, ao aprimoramento das ações de trabalho do coletivo feminino e a questões relacionadas a políticas públicas de inclusão voltadas para as mulheres negras no município.

Conforme ressalta a arte-educadora e coordenadora geral do Fórum, Gisele Marques, a organização foi criada em 2015, por ocasião da Marcha Nacional das Mulheres Negras a Brasília, tendo como objetivo central a promoção de avanços nas demandas de acessibilidade social, de articulação política e do fomento ao empreendedorismo junto à comunidade negra, que resulte no fortalecimento coletivo nas conquistas dos direitos de cidadania e acesso às políticas públicas que os resguardem.

Eliana dos Santos, idealizadora e presidente do Fórum da Mulher Negra Sideropolitana (FMNS) e Ivana Martins, vice-presidente avaliam positivamente o evento planejado para acolher em torno de 25 mulheres, que ultrapassou as expectativas, com mais de 60 participantes inscritas. Atribuem esse resultado a uma boa estratégia de divulgação que incluiu a mídia eletrônica através das redes sociais e da página criada para o Fórum, além da realização de pré-encontro, com uma divulgação cujo conteúdo destacava a realidade de vida da mulher negra.

A plenária dedicou tempo para a análise do cenário atual e das principais ações que objetivam projetar a mulher negra sideropolitana na sua região. Um dos focos principais dessa análise foi o Núcleo das Empreendedoras que já é uma realidade e tem como meta dar visibilidade a essas mulheres, potencializando suas ações e qualificando seus negócios para a geração de renda e o enfrentamento do mercado. A partir do núcleo, em breve será fundada a Câmara da Mulher Empresária de Siderópolis, conforme depoimento de Giselle.

A expressiva participação de mulheres negras sideropolitanas garantiu a realização de sessão deliberativa. Foi eleita a nova equipe de gestão do Fórum, composta por 35 mulheres que atuarão na estrutura diretiva e na divisão de núcleos: arte-educação, saúde, projetos, empreendedorismo. Em 29 de abril de 2018 haverá um novo Fórum para a regulamentação da entidade.

Além de outras representações, o encontro contou com a presença de Débora Martins, Presidente do Movimento Negro Cruz e Sousa, Sandra Martins, da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), Cristiane Dias, Assessora de Empreendedorismo, Ivan Ribeiro e Priscila Schacht, da Rede de Afro-empreendedorismo do Sul (AFROEM) e Aretuza Larroyd, Coordenadora de Políticas para Mulheres do Estado SC. Também estiveram presentes vereadores, diretores de escolas do município, dirigentes de associações locais e de cidades vizinhas.

Daniel Ribeiro

22 anos, estudante de administração gestão pública.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *