Sopapo Poético homenageia o Maçambique de Osório, a Festa da Nossa Senhora do Rosário

Tradicional roda de poesia e música que ressalta o protagonismo negro ocorre na próximo sábado (26), no CRN Nilo Feijó, com entrada franca

Ao centro, a Rainha Ginga, Francisca Dias, e o Rei do Congo, João Batista Rodrigues, e os dançantes. (Foto: Fernanda Chemale)

Maçambique – a maior manifestação religiosa e cultural organizada pelos negros do quilombo de Morro Alto, no interior do município gaúcho de Osório RS – será homenageado pelo sarau Sopapo Poético – Ponto Negro da Poesia, no encerramento da programação especial do Prêmio Cultura Populares Edição Selma do Coco. É aguardada a presença do grupo de maçambique e a Rainha Ginga Francisca Dias, que apresentarão narrativas, cantos e performances rituais e performáticas de matriz africana e finalidade devocional. O projeto foi contemplado pelo Edital de Seleção Pública nº 01, de 26/04/2018, Culturas Populares: Edição Selma do Coco, financiado pela Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal.

Sobre o Maçambique 

(Festa da Nossa Senhora do Rosário, Festa de Maçambique)

A Festa da Nossa Senhora do Rosário constitui a maior manifestação religiosa e cultural organizada pelos negros do quilombo de Morro Alto e é realizada por meio de rituais eclesiais, mas sobretudo pelos rituais performáticos de matriz africana em homenagem aos santos padroeiros (oragos) dos negros, Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, como forma de devoção e agradecimentos às graças alcançadas. O Maçambique trata de uma dança que é uma herança da cultura Banto em África, notadamente sob influências advindas das áreas culturais do Congo, Moçambique e Angola. Por meio da percussão, de tambores de maçambique, cantos e danças, os maçambiqueiros celebram a devoção e a memória dos santos negros, dos ancestrais afro-brasileiros, dos Reis de Congo, das Rainha Gingas anteriores, dos dançantes que já se foram e, principalmente, a história e a memória da Rainha Nzinga Mbandi, heroína africana que reinou em Angola (Ndongo e Matamba) no Século XVII.

Durante a Festa de Maçambique, os maçambiqueiros dançam de pés descalços, portando maçaquaias com guizos amarrados às panturrilhas das pernas, aos cantos e sons dos tambores de maçambiques, sob o comando do Chefe do Grupo e magestosas presenças da Rainha Ginga, do Rei de Congo, da Alferes da Bandeira, dos Capitães de Espada e da Bandeira que representa a Santa – Nossa Senhora do Rosário. A Festa do Rosário é realizada, desde meados do Século XIX, no município de Osório (antiga Conceição do Arroio), no mês de outubro.

As coroas do rei e da rainha e maçaquaias.                                         

Sobre o Sarau Sopapo Poético

O sarau SOPAPO POÉTICO – Ponto Negro da Poesia é um encontro mensal promovido pela Associação Negra de Cultura (ANdC), sempre na última terça-feira do mês. Como outros saraus afro-brasileiros, desde 2012, evoca o protagonismo negro, em uma roda de atuações, reflexões e de convivências, reunindo artistas, pensadores e simpatizantes da cultura negra de resistência. Excepcionalmente, nesta edição o encontro está ocorrendo em um sábado.

Sobre o Sopapinho

Com a proposta de desenvolver o interesse pela cultura e pela poesia nos pequenos, o Sopapinho é um momento de fortalecimento da identidade étnica e da autoestima das crianças negras. As atividades do Sopapinho, paralelas ao sarau, envolvem brincadeiras, artes visuais, canto, contação de histórias e a participação na roda de poesia. Nesta edição, será oferecida uma Oficina de Maçambique para as crianças, que receberão sugestões de literatura infantil afro-brasileira associadas ao congado.

Sobre a Feira Afro

A Feira Afro acompanha e apoia o Sopapo Poético desde suas primeiras edições, fortalecendo o espírito comunitário do sarau. A diversidade de produtos e estilos é sua característica, reunindo afro-empreendedores e artesãos, com produção voltada para a identidade étnica. Artesanato, alimentação, literatura, estética cultural, vestuário, cosméticos naturais, música – e muito mais – são opções da feira para o eclético público sopapeiro.

Sobre o Cine Kafuné

Antecedendo o sarau, o Cine Kafuné projeta no telão vídeos clipes e documentários com foco na cultura negra e no artista homenageado da noite.

Realização: Associação Negra de Cultura – ANdC

Apoio: Cine Kafuné | SINDIPETRO – Sindicato dos Petroleiros | Boteko do CANINHA (Areal da Baronesa) | Negrestyle – design gráfico | Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte – SMDSE

Serviço

O quê: “Homenagem ao Maçambique de Osório”

Quando: 26 de outubro de 2019, sábado, das 17h às 20h

Onde: Centro de Referência do Negro Nilo Feijó – CRN

Av. Ipiranga, 311, Menino Deus – Porto Alegre

Quanto: Entrada franca

Contatos: (51) 99365-3315 – 99117-4559 – 99317-6497 – 99218-5449 – 986320145 (Silvia)  sopapo.poetico@gmail.com

Compartilhe

Voltar ao topo