Sopapo Poético realiza leitura dramática do “Poemas Sobre Palmare”, de Oliveira Silveira

Professora Marieta(Crédito: Paulo Corrêa)

Na edição de outubro de 2017, o Sopapo Poético apresenta a leitura dramática do “Poema Sobre Palmares”, de Oliveira Silveira, idealizada e dirigida pela professora Marieta dos Santos da Silveira. O sarau Sopapo Poético – Ponto Negro da Poesia é um encontro mensal promovido pela ANdC (Associação Negra de Cultura) desde 2012. A exemplo de outros saraus afro-brasileiros, evoca o protagonismo negro, em uma roda de atuações, reflexões e de convivências. Sempre na última terça-feira do mês, reúne artistas, pensadores e simpatizantes da cultura negra de resistência.

Sobre o autor

Oliveira Silveira (1941-2009), além de poeta, foi também pesquisador. No livro “Poema Sobre Palmares”, ele colocou em poesia toda a histórica resistência do Quilombo de Palmares contra o mundo de opressão colonial. Seus versos irrompem num grito desde a Serra da Barriga. Sem deixar de lembrar a estrutura social que originou a fuga e resistência dos negros escravizados e a majestosa natureza que abrigou os deuses africanos, a obra registra a sociedade palmarina reinventada para construir um novo Reino. 

O Reino de Ganga Zumba e Zumbi, que lideraram com garra as investidas das expedições que queriam a extinção de Palmares. Em seu texto, Oliveira não apenas exalta o quilombo, mas também critica os que quiseram apagar esses fatos da história, ressignificando o quilombo em cada um de nós, negros, que prosseguimos na luta contra o racismo.

Sobre a idealizadora

Marieta dos Santos da Silveira, formada em Letras, Língua Portuguesa, Literatura e Língua Espanhola. Na década de setenta, ingressou no magistério estadual, onde lecionou no ensino fundamental, médio e EJA. Após sua aposentadoria, voltou a lecionar, dessa vez no ensino municipal, onde permaneceu por mais 15 anos, com alunos do fundamental e EJA. Paralelamente ao trabalho e à vida de mãe de três filhos, aproximou-se de vários grupos do movimento negro, onde aprendeu muito sobre sua própria história e desenvolveu sua autoestima. 

Foi nesse meio negro e fraterno que conheceu o poeta e professor Oliveira Silveira. A leitura do “Poema Sobre Palmares” na década de oitenta a impressionou muito, devido à importância que a obra teve para aquela época, “desde um resgate histórico até o significado que o ‘quilombo’ representa na luta constante do povo negro contra o racismo”. Em sala de aula, a professora Marieta sempre utilizou os poemas para divulgar a obra de Oliveira para os seus alunos. 

Em suas palavras: “Considero’ Poema Sobre Palmares’ uma obra rica de recursos poéticos, digna de figurar nas antologias literárias brasileiras. O Sopapo Poético foi o evento ideal para que pudesse realizar esse sonho, de fazer uma leitura dramática dela para um público que soubesse saborear, se emocionar com cada verso que o poeta criou com o maior cuidado. E, assim, passar a mensagem universal da luta negra contra a opressão branca, que tentou e não conseguiu esmagar nossa dignidade, nosso valor, nossa humanidade.

Sobre o espaço Sopapinho 

Com a proposta de desenvolver o interesse pela cultura e pela poesia nos pequenos, o Sopapinho é um momento de fortalecimento da identidade étnica e da autoestima das crianças negras. As atividades do Sopapinho, paralelas ao sarau, envolvem brincadeiras, artes visuais, canto, contação de histórias e a participação na roda de poesia. Pedimos aos pais/responsáveis que colaborem com o lanche coletivo das crianças.

Sobre a Feira Afro

A Feira Afro acompanha e apoia o Sopapo Poético desde suas primeiras edições, fortalecendo o espírito comunitário do sarau. A diversidade de produtos e estilos é sua característica, reunindo afro-empreendedores e artesãos, com produção voltada para a identidade étnica. Artesanato, alimentação, literatura, estética cultural, vestuário, cosméticos naturais, música – e muito mais – são opções da feira para o eclético público sopapeiro.

Sobre o Cine Kafuné

Antecedendo o sarau, o Cine Kafuné projeta no telão vídeos clipes e documentários com foco na cultura negra. 

Realização: ANdC – Associação Negra de Cultura

Apoio: Centro de Referência Nilo Feijó, Cine Kafuné, Sílvia Abreu – Consultoria Integrada de Marketing, SINDIPETRO – Sindicato dos Petroleiros, Boteko do Caninha (Areal da Baronesa)

Serviço

O quê: Leitura dramática do “Poema Sobre Palmares”, de Oliveira Silveira – Idealização e direção: Professora Marieta dos Santos da Silveira

Quando: 31 de outubro de 2017, às 19h30

Onde: Centro de Referência do Negro Nilo Feijó, Av. Ipiranga, 311, Menino Deus – Porto Alegre

Quanto: Entrada franca

Contato: (51) 99365-3315 – 99117-4559 – 99317-6497 – 99218-5449 – sopapo.poetico@gmail.co

 

Daniel Ribeiro

22 anos, estudante de administração gestão pública.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *