Teatro: Espetáculo Senhora das Armas celebra o dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

By / 5 meses ago / Eventos / No Comments
IMG_7635

O Coletivo Montigente divulga que a nova temporada do nosso quilombo agora é “Quilombo Montigente”. Dando continuidade a nossa missão de ter todo mês artistas negros protagonizando a cena cultural da cidade que em julho, mês em que se comemora o dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha apresentamos nosso novo espetáculo “Senhora das Armas” abrindo as portas desta nova parceria com o Centro Cultura CEEE Erico Verisssimo em Porto Alegre.

O roteiro busca explorar a força da mulher negra, por meio da interação com o clássico de Brecht “Os fuzis da senhora Carrar”, mantendo a imersão em pesquisa sobre o Teatro Negro, alicerce principal do Coletivo. Temas pertinentes a alma negra feminina como empoderamento, religiosidade afro, genocídio dos jovens negros e solidão da mulher negra são incorporados a sensível trama do alemão. A dramaturgia complementar ficou a cargo de Gil Collares e Silvana Sílvia, com consultoria antropológica de Milena Cassal.

No palco, o conflito inicia quando a comunidade em que Teresa, sua irmã e sua melhor amiga moram é invadida. Cada uma apresenta um posicionamento diferente em relação a situação, mas uma tragédia acaba impondo às quatro mulheres uma nova ordem de combate e resistência.

Ficha técnica

Direção: Gil Collares

Elenco: Silvana Sílvia, Paula Souza, Dani Reis, Mislaine de Oliveira, Junyor Dos Santos, Adryano Alves e Jean L. Silva
Consultoria antropológica: Milena Cassal
Designer e comunicação: Priscila Bueno
Iluminação: José Renato Lopes
Produção: Coletivo Montigente
Crédito da foto: Luciane Pires
 
Serviço

O quê: Senhora da Armas
Quando: 20 de julho de 2017, às 19:30h
Onde: Centro Cultura CEEE Erico Verissimo, Rua Dos Andradas, 1223, Porto Alegre
Quanto: R$ 20,00 no dia do espetáculo ou antecipados via link no evento no face
Contato: (51) 3226-7974

Daniel Ribeiro

22 anos, estudante de administração gestão pública.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked. *