3ª Mostra Sonora Brasil: Quebradeiras de Coco Babaçu

Sonoros ofícios apresenta em Porto Alegre os cantos de trabalho no Brasil, os espetáculo trazem exemplos de práticas de cantos que ainda estão presentes na cultura de alguns estados do país
 Quebradeiras de coco (1) - cred. Marcio Vasconcelos

Da Redação

Quebradeiras de Coco Babaçu (MA), O grupo é formado por oito mulheres que trabalham na quebra do coco babaçus desde a infância e hoje também exercem o importante papel de liderança na defesa e valorização do trabalho das quebradeiras, na preservação e na garantia de acesso às áreas de ocorrência da palmeira do babaçu.

A prática do canto durante a quebra do coco e durante a caminhada para os babaçuais é uma experiência que trazem desde a infância, quando acompanhavam os mais velhos, geralmente mães e avós, na lida diária. São elas: Dora, Moça e Silena, de Lago do Junco (MA); Nice, de Penalva (MA); Dijé, de São Luís Gonzaga (MA); Iracema, de São Domingos do Araguaia (PA); Francisca Lera, de Esperantina (PI); e Nonata, de São Miguel (TO).

Serviço

O quê: Quebradeiras de Coco Babaçu
Quando: 19 de agosto de 2016, às 20h
Onde: Teatro SESC Centro, Av. Alberto Bins, 665, Porto Alegre
Quanto: Todas as apresentações têm entradas franca. mediante retirada de ingressos no SAC do Sesc Centro.
Informações: (51) 3284-2072

Veja programação completa: https://www.sesc-rs.com.br/sonorabrasil/index.php

Compartilhe

Voltar ao topo